Estamos na semana da mulher e, como homenagem às delicias de sermos nós, vou falar sobre um assunto mais gostoso do que comer chocolate na TPM.

Chocolate

Orgasmos, minha gente! Aquele êxtase que nos faz esquecer quem somos, onde estamos, que dia é hoje e só pensar em aproveitar aquelas contrações como se a própria vida dependesse delas.

Portanto já saibam que esse texto vai conter um punhado de palavras lindas como vagina e clitóris; partes do nosso corpo que deveriam ganhar uma oração, de tão sagradas! Enquanto não ganham oração, que ganhem uma carícia!

Carícia de quem?

Perguntei a algumas mulheres, com diferentes orientações sexuais e status de relacionamento, sobre o que as leva ao orgasmo mais facilmente e, não muito surpresa, tive essa resposta:

  • Mulher 17,6%
  • Homem 29,4%
  • Os três me levam, em geral, ao orgasmo 5,9%
  • Masturbação 47,1%

Ou seja, amiga, se toca! Literalmente! Seu corpo está esperando a sua carícia. A masturbação é o caminho mais rápido para conhecer seu próprio corpo, entender o que te dá prazer, o que te faz tremer, o que esperar desse momento.

Você não precisa de nada além da sua mão e da vontade de ter um orgasmo. Mas dá para incrementar de tantas formas que é impossível enjoar. É uma conexão com você e seus instintos. Ter um orgasmo ajuda a gente se sentir bem, feliz, relaxada e ajuda a dormir. Não tem razão para se privar de tanta coisa boa só porque não está acompanhada naquele momento!

jj masturbação

E se eu estiver acompanhada?

Para começar, você precisa estar acompanhada pela pessoa certa (ou pessoas certas).

Pessoa certa é aquela que vai se preocupar com o seu prazer na hora do sexo, não somente com o dela. Então, guarda essa informação: se, depois que a pessoa que está com você goza, o sexo acaba mesmo que você não tenha gozado, está na hora de ter uma conversinha!

Acompanhada, as formas de se atingir um orgasmo também são muitas e as mulheres que eu conversei me contaram como é mais fácil e mais gostoso para elas:

  • Estimulação clitoriana com dedos 23,5%
  • Sexo oral 23,5%
  • Penetração + estimulação clitoriana 52,9%

A provável explicação pra isso é o fato de que, no momento de estimulação sexual e excitação, nosso fluxo sanguíneo no clitóris, pequenos lábios e vagina aumenta muito e causa um inchaço que é chamado de plataforma orgásmica. Em outras palavras: Tudo ali embaixo fica sensível à beça! Compreensível que a estimulação de toda a área leve a um orgasmo mais fácil e mais intenso.

orgasmo

Quanto mais intenso, melhor!

Porque a gente gosta de intensidade mesmo! Principalmente quando se trata de sentir prazer. Pensando nisso eu vou deixar aqui algumas dicas para seus momentos de prazer ficarem mais gostosinhos:

Relaxe

Não dá para pensar em gozar quando não sai da sua mente o boleto que precisa pagar, o boletim do filho, o chinelo que o cachorro comeu. Você precisa se entregar ao momento, pensar em você e no seu prazer, esquecer o mundo à sua volta. Uma música pode ajudar a fazer sua mente se concentrar no seu corpo.

Outra dica: tente sentir seu corpo de formas diferentes do que está acostumada. Isso vai fazer você ficar mais conectada com ele. Por exemplo: ao massagear o clitóris tente se concentrar na sensação que a ponta do seu dedo está sentindo.

Lubrifique

Muito. Não existe orgasmo sem lubrificação.

A lubrificação natural que temos quando nos excitamos vem de glândulas que ficam ao redor da entrada da vagina. Geralmente ela é suficiente para se masturbar ou para penetração, mas em alguns casos pode não ser.

Vários motivos podem te levar a ter uma diminuição na lubrificação natural. Nesse caso você pode recorrer a lubrificantes específicos (à base de água para não danificar a camisinha) ou, em último caso, à saliva. Sempre bom comentar sobre ressecamento vaginal com seu ginecologista se for algo muito recorrente.

Obs.: Homens, não cuspam nas ppks das suas mulheres ou no peru de vocês! Isso não é considerado sexualmente estimulante. Obrigada!

Olhe seu corpo como um todo

Lembre-se e faça seu(ua) parceiro(a) lembrar que seu corpo é uma coisa toda interligada, e que sua vagina e clitóris estão conectados a outras partes que vão da cabeça aos pés. Um sexo que se resume a entra e sai provavelmente não vai te proporcionar um bom orgasmo, se é que vai proporcionar algum.

É preciso conexão. Com seu corpo, com você, com seu parceiro ou parceira.

utero

Você tem um corpo lindo que é só seu e ninguém mais tem um igual. Celebre essa dádiva! Curta cada pedacinho de pele, pois cada um deles vai levar você a uma diferente sensação. E cada nova sensação é um pouco mais de conhecimento sobre si mesma que você adquire.

Espero que a leitura tenha sido prazerosa! Comenta aí embaixo o que você achou!

Beijo na testa! Até a próxima!